Fechar
Redes Sociais Linkedin Facebook
Versão Brasil Japão

Sobre a Seiwajyuku > Premiações Seiwajyuku Japão


A matriz organiza anualmente o Congresso Internacional da Seiwajyuku, no qual muito dos aprendizes do Brasil tem sido assíduos participantes. Abaixo mais detalhes das participações e premiações recebidas pelos aprendizes brasileiros, fatos que contribuíram para elevar de vez o nome da Seiwajyuku do Brasil.

Breve descrição das apresentações de Taiken Hapyo (relatório de experiência pessoal) e premiações de aprendizes do Brasil no Congresso Internacional Seiwajyuku:

› 1994: Hideaki Iijima, da Soho, apresentou o seu Taiken Hapyo, que foi muito comentado pelo Dr. Kazuo Inamori.

› 2000: Shigeo Nakai, da Amazon Wood, apresentou o seu Taiken Hapyo, merecendo aplausos de todos os presentes, inclusive do Dr. Inamori.

› 2004: Yuji Yamada, da Brasnica, apresentou o seu Taiken Hapyo, conquistando o Prêmio Excelência, o primeiro prêmio conquistado por um dos aprendizes da Seiwajyuku do Brasil.

› 2006: Kunikazu Ninomiya, da Iharabrás, apresentou o seu Taiken Hapyo, conquistando, também o Prêmio Excelência, o segundo recebido por aprendiz da Seiwajyuku do Brasil. No mesmo Congresso, o estudante Kunikazu Ninomiya recebeu o Prêmio Kazuo Inamori de Administração pelo desempenho nos últimos 10 anos com base nos estudos e práticas da filosofia Inamori na Iharabras, (o 1º por aprendiz da Seiwajyuku do Brasil). Este prêmio foi conquistado na categoria de indústria com faturamento superior a US$ 100 milhões, e único aprendiz que recebeu os dois prêmios no mesmo Congresso.

› 2006: Minoru Takano, da Iharabrás, excepcionalmente a convite da Seiwajyuku de Fukuoka e de Seiwajyuku de Tokyo, apresentou seu Taiken Hapyo, nessas duas localidades com objetivo de trocas de experiências.

› 2010: Toshio Hisaeda, da Sementes Boi Gordo, apresentou o seu Taiken Hapyo, conquistando o Prêmio Excelência, o terceiro conquistado por um aprendiz da Seiwajyuku do Brasil.

› 2014: Katsuhide Itagaki, da Panamedical, conquistou o Prêmio Kazuo Inamori de Administração, pelo excelente desempenho da empresa Panamedical com base nos estudos e aplicações práticas da filosofia Inamori, prêmio este na categoria de não fabricante, Grupo IV – faturamento de até ¥ 500 milhões (segundo prêmio Kazuo Inamori de Administração conquistado por aprendiz da Seiwajyuku do Brasil)

› 2015: Yuji Yamada, conquistou o Prêmio Kazuo Inamori de Administração pelo excepcional desempenho da empresa Brasnica com base nos estudos da filosofia Inamori, na categoria de Indústria (produção) com faturamento acima de US$ 100 milhões (o terceiro prêmio Kazuo Inamori de Administração conquistado por aprendiz da Seiwajyuku do Brasil).