Fechar
Redes Sociais Linkedin Facebook
Versão Brasil Japão

Sobre a Seiwajyuku > Perfil do Kazuo Inamori


Em 1932, nasceu na província de Kagoshima, Japão.

Em 1955, após se formar em Engenharia Química pela Universidade de Engenharia de Kagoshima, é admitido na Shofu Kogyo, um fabricante de isolante elétrico em Kyoto.

Em abril de 1959, obtendo-se empréstimos de conhecidos, com capital de 3.000.000 yens fundou a Kyoto Ceramic Co. Ltd. (atual KYOCERA), e após exercer as funções de presidente executivo e presidente do conselho, desde 1997 exerce a função de presidente honorário.

Em 1984, acompanhando a privatização do segmento de telecomunicação o Japão, fundou a DDI Corporation tomando posse como presidente. E ainda no mesmo ano, utilizando o próprio dinheiro fundou a Fundação Inamori tornando-se o presidente do conselho da administração.


Ao mesmo tempo, instituiu a premiação internacional "Premio Kyoto", premiando as pessoas que contribuíram expressivamente para o progresso da ciência e desenvolvimento da sociedade humana e sublimação do espírito humano, o qual é realizado todos os anos no mês de novembro.

Em outubro de 2000, assumiu o cargo de presidente honorário da nova KDDI Co. Ltd., resultado, da fusão da DDI, KDD e IDO, da qual se tornou conselheiro máximo a partir de junho de 2001 se tornou o conselheiro máximo.

Em janeiro de 2010, aceitando o pedido da companhia aérea JAL, tomou posse como CEO (Chief Executive Officer).

Em outras atividades, como voluntário, dedica-se de corpo e alma como mestre na educação dos empresários na escola de administração "Seiwajyuku", onde se reúne mais de 5000 jovens empresários em todas as 60 unidades (incluindo 7 unidades no exterior).


Nas atividades públicas, desempenha os papéis de presidente honorário da Câmara de indústria de Kyoto, membro especial estrangeiro da Academia Real de Tecnologia e Ciência da Suécia, conselheiro honorário da Associação Washington Carnegie, membro estrangeiro da Academia de Engenharia das Américas.

E ainda, em 1997, tornou-se bonzo no templo budista Rinzaishu Myounshinjiha Empukuji, e pratica também a peregrinação e pregação pelas ruas em várias localidades do Japão.